A implementação de uma adequada estratégia de gestão do Ciclo-de-Vida do património edificado e serviços associados (Facility Management) prova os seus méritos como vantagem competitiva na gestão de activos e instalações de elevada complexidade e fortemente consumidoras de recursos. 
Os resultados a obter centram-se na optimização das áreas ao negócio e na melhoria da eficiência dos processos de suporte do FM, o que passa necessariamente pelo aumento da visibilidade dos resultados e custos incorridos, pelo seu alinhamento com os objectivos definidos e pela melhoria dos índices de satisfação dos stakeholders. 

Poupanças em média superiores a 15%

  • Nos orçamentos operacionais de exploração e manutenção das Instalações (OPEX)

 


Estes resultados são alcançados através dos seguintes processos: 

  • Definição de contratos de serviço regidos por níveis de serviço acordados (SLAs);
  • Controle da sua execução por meio de indicadores de desempenho (KPIs);
  • Suporte em sistemas online de apoio de gestão, controlando a eficiência dos gastos e maximizando o resultado obtido;
  • Facilitação da comunicação entre entidades e clientes;
  • Aumento da eficácia nos serviços prestados por prestadores de serviços;
  • Alinhamento do processo de contratação com um sistema objectivo e quantificado de avaliação de prestadores de serviço;
  • Conformidade com referenciais de qualidade, serviço e custo (benchmarking);
  • Centralização e integração dos serviços de FM, minimizando custos operacionais.